Journal Information
Vol. 25. Issue S1.
12° Congresso Paulista de Infectologia
(January 2021)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 25. Issue S1.
12° Congresso Paulista de Infectologia
(January 2021)
EP‐063
Open Access
POSITIVIDADE DE SARS COV 2 POR TÉCNICA DE PCR EM SWAB NASAL DE PACIENTES CIRÚRGICOS ELETIVOS EM HOSPITAL PRIVADO NO INTERIOR DO ESTADO DE SÃO PAULO
Visits
...
Adriana F. Silva Santos, Karina Bonicenha Pedroso, Bruna Maritan da Costa, Larissa Mil-Homens Albergaria, Thais A. Oliveira Araujo, Jeanaiza Grigorenciuc, Leandro L. Souza Viganó, Karen Mirna Loro Morejón
Hospital Unimed Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, SP, Brasil
Article information
Full Text

Introdução: Em 31 de dezembro de 2019, a OMS (Organização Mundial da Saúde) foi informada de um conjunto de casos de pneumonia de causa desconhecida detectados na cidade de Wuhan, província de Hubei, na China. No dia 07 de janeiro de 2020 foi identificado um novo Coronavírus (SARS CoV2) como o causador das infecções e, a pandemia foi declarada em 11 de março de 2020 pela OMS. A pandemia do COVID 19 mudou drasticamente a rotina diária das unidades de saúde. Procedimentos hospitalares e cirurgias eletivas foram suspensas e foi priorizado cirurgias de urgência e emergência, com objetivo de reservar leitos para pacientes sintomáticos respiratórios, principalmente nas unidades de terapia intensiva. Em abril foi proposto pela ANVISA a retomada das cirurgias eletivas, baseado em protocolos fundamentados em conjunto com as boas práticas rigorosas de controle da disseminação e prevenção do SARS‐CoV2 nos serviços de saúde.

Objetivo: Avaliar a positividade de pacientes eletivos, assintomáticos, que fizeram PCR SARS CoV2 pré cirúrgico, a fim de garantir a segurança institucional de colaboradores e pacientes.

Metodologia: Trata‐se de um estudo quantitativo, descritivo, retrospectivo. Pacientes assintomáticos com cirurgias eletivas agendadas realizaram coleta de swab nasal e orofaringe por metodologia de PCR para pesquisa de SARS CoV 2.

Resultados: Entre 15 de maio a 30 de setembro de 2020, foram realizadas 2871 coletas de swab nasal e orofaringe RT‐PCR para SARS‐CoV 2. Sessenta e dois pacientes apresentaram resultado como detectado, 2808 não detectados e 9 indeterminados.

Discussão/Conclusão: Observamos variação na positividade do exame, coincidente com as taxas de detecção no município. Tivemos um ápice de 2,38% no mês de julho, com queda posterior. No mês de setembro, a taxa foi de 1,17%. Sendo assim, em outubro foi suspensa a coleta dos pacientes cirúrgicos eletivos, assintomáticos. Foi reforçado a pesquisa de sintomas de pacientes e contactantes domiciliares através de questionário específico. Será feita reavaliação dessa nova ação em 30 dias. No período estudado, pudemos garantir a não transmissão hospitalar dessa infecção a partir de pacientes cirúrgicos eletivos assintomáticos com PCR SARS CoV 2, devido à detecção e estabelecimento de barreiras.

The Brazilian Journal of Infectious Diseases

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools