Journal Information
Vol. 25. Issue S1.
12° Congresso Paulista de Infectologia
(January 2021)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 25. Issue S1.
12° Congresso Paulista de Infectologia
(January 2021)
EP‐057
Open Access
CHOQUE HIPOVOLÊMICO POR FÍSTULA TRAQUEIA ‐ TRONCO BRAQUIOENCEFÁLICO EM PACIENTE JOVEM COM COVID 19 EVOLUÇÃO COM PARADA CARDIORRESPIRATÓRIA DE 53 MINUTOS SEM SEQUELAS
Visits
...
Gisele Maria Ferreira, Rui Pereira Caparelli Oliveira, Dieine Espírito Santo Da Silva, Priscila Batista Oliveira, Amanda Vilela Rodrigues, Victor Hugo Serafini Volpatto, Breno De Siqueira
Santa Casa de Franca, Franca, SP, Brasil
Article information
Full Text

Ag. Financiadora: Santa Casa de Franca

Introdução: Relato de caso, paciente feminina, 33 anos, infectada pelo Covid 19. Evoluiu com insuficiencia respiratória aguda, intubada, padrão SARA grave, realizadas medidas de ventilação mecanica invasiva, curarização e prona. Após 15 dias de intubação, avoluiu para traqueostomia devido à dependencia de ventilação mecanica. Evoluiu com desmame ventilatório e alta da UTI para enfermaria. Paciente em recuperação, sentada fora do leito, assintomática, quando apresentou volumoso sangramento pela traqueostomia, evoluiu para PCR em assistolia por 45 minutos e cirurgia cardíaca de urgencia. Sangramento abundante por fístula traquéia‐tronco braquioencefálico, complicação rara e de alta mortalidade.

Objetivo: Objetivo Geral: Relato de caso de paciente infectada por Covid 19, fora da população de risco, a qual evoluiu com complicação rara de fístula traqueia‐tronco braquioencefálico e parada cardíaca prolongada, sem danos neurológicos. Objetivos Específicos: Explanar caso de infecção por Covid 19 com complicação grave e correlacionar os achados com dados da literatura.

Metodologia: Relato de caso.

Resultados: Paciente jovem fora do grupo de risco para Covid 19, apresentou forma grave de SARA, complicação rara por fístula traqueia tronco braquioencefálico, parada cardiorrespiratória pré operatória de 45 minutos e pós operatória de 8 minutos. Após quase dois meses de internação a paciente recebeu alta sem nenhuma sequela.

Discussão/Conclusão: Neste relato de caso, a paciente apresentou um conjunto de fatores que propiciariam o óbito e/ou sequelas neurológicas graves: Infecção por Covid 19 em paciente jovem o que levou a período de intubação prolongado; Resposta inflamatória sistêmica grave e desenvolvimento de infecções secundárias por gemes multirresistentes; fístula traqueia‐tronco braquioencefálico: rara complicação com alta mortalidade; parada cardiorrespiratória prolongada pré cirurgia cardíaca e novo evento pós cirúrgico. A paciente evoluiu com reestabelecimento completo da saúde, sem sequelas neurológicas, atualmente realiza atividades diárias normalmente: atividades motoras e cognitivas sem déficits.

The Brazilian Journal of Infectious Diseases

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools