Journal Information
Vol. 27. Issue S1.
XXIII Congresso Brasileiro de Infectologia
(October 2023)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 27. Issue S1.
XXIII Congresso Brasileiro de Infectologia
(October 2023)
Full text access
O IMPACTO DA FORMAÇÃO DE BIOFILME NA RECORRÊNCIA DA INFECÇÃO POR CLOSTRIDIOIDES DIFFICILE: UM ESTUDO COMPARATIVO DE CEPAS TOXIGÊNICAS MLST CLADO 2
Visits
549
Cecília Leite Costab,c,
Corresponding author
cecilialcosta@hotmail.com

Corresponding author.
, Maria Luana Gaudencio dos Santos Moraisb, Mayara Gil de Castro Santosd, Conceição da Silva Martins Rebouçasb, Dvison de Melo Pacíficob, Renata Ferreira de Carvalho Leitãob, Carlos Quesada-Gómeza, Debora Castelo Brancob, Eliane de Oliveira Ferreirad, Gerly Anne de Castro Britob
a Universidad da Costa Rica (UCR); Costa Rica
b Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, CE, Brasil
c Centro Universitário Christus (UNICHRISTUS), Fortaleza, CE, Brasil
d Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, RJ, Brasil
This item has received
Article information
Special issue
This article is part of special issue:
Vol. 27. Issue S1

XXIII Congresso Brasileiro de Infectologia

More info
Introdução/objetivo

Clostridioides difficile é a principal causa de diarreia associada ao uso de antibióticos relacionada a assistência à saúde. Um desafio no tratamento da infecção por C. difficile é a capacidade dessa bactéria em formar biofilmes, um mecanismo de virulência crítico por promover resistência a antibióticos e, consequentemente, maior recorrência da doença. Nesse estudo in vitro, o objetivo foi comparar a capacidade de formação de biofilme de cepas MLST Clado 2: ICC-45 (ribotipo SLO231/UK[CE]821) isolada no Brasil, e duas cepas epidêmicas: NAP1/027/ST01 (LIBA5756), isolada em um surto na Costa Rica e a cepa epidêmica de referência NAP1/027/ST01 (R20291). Além disso, a cepa não toxigênica ATCC700057 foi incluída como controle.

Métodos

A capacidade das cepas de formar biofilme foi avaliada por coloração com cristal violeta. Além disso, as amostras foram coradas com Film Tracer biofilm matrix (Invitrogen®) e a espessura da matriz do biofilme foi medida usando microscopia confocal. A arquitetura da matriz foi analisada por Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV). A expressão dos genes de virulência (tcdA, tcdB, tcdC, cdtB, spo0A, slpA, cwp66 e cwp84) foi examinada por RT-qPCR. Investigou-se ainda o efeito dos antibióticos Metronidazol (MTZ) e Vancomicina (VAN) no crescimento do biofilme.

Resultados

Todas as cepas testadas mostraram capacidade de formar biofilmes moderados (1,13,5). Após 72h, a biomassa do biofilme das cepas epidêmicas NAP1/027/ST01 (LIBA5756 e R20291) foi significativamente maior do que os biofilmes ICC-45 e ATCC 700057, o que foi confirmado por MEV e confocal. As cepas R20291 e LIBA 5756 apresentaram uma expressão mais elevada dos genes tcdA, tcdB, tcdC, cdtA, slpA e spo0A em comparação com a cepa ICC-45. Não foram observadas diferenças significativas na expressão de cdtB, cwp66 e cwp84. Quanto ao efeito dos antibióticos, tanto a VAN quanto o MTZ inibiram a formação de biofilme nas cepas epidêmicas. No entanto, na linhagem ICC-45, as concentrações MIC de VAN e MIC e 4MIC de MTZ não inibiram a formação de biofilme.

Conclusão

Os três isolados MLST Clado 2, de diferentes ribotipos, são bactérias formadoras de biofilmes competentes, indicando suas capacidades de induzir a recorrência da infecção por C. difficile, tornando o tratamento desafiador. Esses dados evidenciam a importância da vigilância epidemiológica voltada para a emergência de cepas resistentes e causadoras de recidivas diante de um mundo globalizado.

Palavras-chave:
Clostridioides difficile
Biofilmes resistência antimicrobiana recorrência
Full text is only aviable in PDF
The Brazilian Journal of Infectious Diseases
Article options
Tools