Journal Information
Vol. 22. Issue S1.
11° Congresso Paulista de Infectologia
Pages 78 (December 2018)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 22. Issue S1.
11° Congresso Paulista de Infectologia
Pages 78 (December 2018)
EP‐086
DOI: 10.1016/j.bjid.2018.10.148
Open Access
INVESTIGAÇÃO POR SEQUENCIAMENTO GENÉTICO DE CONTAMINAÇÃO EM MÁQUINAS DE BANHO USADAS NAS UTIS DO HOSPITAL SANTA PAULA
Visits
...
Renata Braz Ralio, Greice Pereira da Silva, Nataly Thiago Santos, Claudio Roberto Gonsalez, Marcelo Mendonça
Hospital Santa Paula, São Paulo, SP, Brasil
Article information
Full Text

Data: 18/10/2018 ‐ Sala: TV 7 ‐ Horário: 13:51‐13:56 ‐ Forma de Apresentação: E‐pôster (pôster eletrônico)

Introdução: As máquinas para o banho de pacientes acamados em UTI oferecem segurança e economia no cuidado ao paciente crítico. Por terem áreas úmidas e reservatórios de água próprios, a CCIH julgou haver risco de contaminação e procedeu à investigação para sua validação.

Objetivo: Identificar o potencial de contaminação dessas máquinas e validar o seu uso com segurança para impedir a aquisição de IRAS por pacientes críticos.

Metodologia: Investigamos duas máquinas de banho usadas nas UTIs em 31 de agosto de 2017 pela coleta de swabs. Enviamos o material para a empresa Neoprospecta, que fez a identificação pelo sequenciamento do marcador genético rDNA 16S (v3‐V4) de bactérias.

Resultado: Detectamos que as duas máquinas de banho estavam contaminadas com um grande número de sequências de várias espécies bacterianas. A Stenotrophomonas maltophilia esteve presente nas duas máquinas. A máquina da UTI A apresentou contaminação por Stenotrophomonas maltophilia (42.998 sequências), Sphingomonas paucimobilis (35.705), Acinetobacter nosocomialis (19.212) e Pseudomonas putida (9.118). Na máquina da UTI‐B identificamos Acinetobacter calcoaceticus (112.279 sequências), Pseudomonas aeruginosa (15.564), Stenotrophomonas maltophilia (10.646) e Sphingomonas paucimobilis (2.843).

Discussão/conclusão: A identificação dessas fontes de contaminação por sequenciamento genético mostrou‐se eficiente na detecção de bactérias e propiciou modificações nas rotinas de limpeza e criação de medidas educativas para a redução e controle de infecção. Padronizou‐se a limpeza das máquinas com produto à base de ácido peracético.

The Brazilian Journal of Infectious Diseases

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools
Cookies policy
To improve our services and products, we use cookies (own or third parties authorized) to show advertising related to client preferences through the analyses of navigation customer behavior. Continuing navigation will be considered as acceptance of this use. You can change the settings or obtain more information by clicking here.