Journal Information
Vol. 25. Issue S1.
12° Congresso Paulista de Infectologia
(January 2021)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 25. Issue S1.
12° Congresso Paulista de Infectologia
(January 2021)
EP‐403
Open Access
SÍNDROME DE RAMSAY HUNT: RELATO DE CASO E REVISÃO DE LITERATURA
Visits
...
Rafael Martins Viana, Paulo Eduardo de Mesquita, Matheus Cordeiro Marchiotti
Hospital Regional de Presidente Prudente, Presidente Prudente, SP, Brasil
Article information
Special issue
This article is part of special issue:
Vol. 25. Issue S1

12° Congresso Paulista de Infectologia

More info
Full Text

Introdução: O herpes zoster resulta da reativação da infecção latente pelo vírus varicela‐zoster (VVZ) dentro dos gânglios sensoriais dos nervos cranianos ou espinhais. A imunossenescência é o principal fator de risco em cerca de 90% dos casos. Em torno de 20 a 30% das pessoas adultas que sofreram primoinfecção pelo VVZ apresentarão um episódio de herpes zoster durante a vida, com incremento da incidência acima dos 50 anos de idade.

Objetivo: Descrever um caso da síndrome de Ramsay‐Hunt e revisar os principais pontos relacionados ao diagnóstico, tratamento e complicações.

Metodologia: Homem, 64 anos, queixava‐se de cefaleia e vertigem há 1 dia. Observou inchaço, dor, vermelhidão e bolhas na orelha esquerda. Dizia ser portador de diabetes mellitus e hipertensão arterial sistêmica. Notava‐se desvio de rima labial para a direita, lagoftalmo e perda das rugas a esquerda da fronte (foto 1), com paralisia facial grau 4 em escala de House‐Brackmann. Havia eritema e lesões vesico‐crostosas esparsas, algumas com conteúdo purulento (foto 2) na orelha esquerda. O restante do exame físico geral e neurológico estava normal. O hemograma, as provas de função renal, hepática, glicemia e eletrólitos, estavam normais. A leucometria total do líquido cefalorraquidiano somava 195 células/mm3 com 97% de linfócitos. A tomografia de crânio revelou apenas alterações esperadas para a idade. O paciente foi tratado com aciclovir endovenoso por 14 dias. Houve cicatrização das lesões em pavilhão auricular e regressão parcial da paralisia facial.

Discussão/Conclusão: A síndrome de Ramsay Hunt (SRH) resulta do comprometimento do gânglio geniculado do nervo facial. Caracteriza‐se pela tríade: erupção vesico‐pústulo‐crostosa ao redor do meato acústico externo e pavilhão auricular, paralisia facial ipsilateral e lagoftalmo. Sinais relacionados ao comprometimento de outros pares cranianos como vertigem, hipo ou hiperacusia, zumbido, disgeusia e lacrimejamento podem estar presentes. O diagnóstico é eminentemente clínico, determinado pela localização e pelas características da erupção cutânea associadas aos sinais de comprometimento dos pares cranianos acima descritos. O tratamento com aciclovir e glicocorticoide parece determinar melhores desfechos, especialmente em relação ao tempo e intensidade dos sintomas e controle da dor. A paralisia facial relacionada a SRH costuma ser mais grave e com menor probabilidade de melhora que a paralisia de Bell. A vacina contra o VVZ é a melhor e a única forma de prevenção da SRH atualmente disponível.

The Brazilian Journal of Infectious Diseases

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools