Journal Information
Vol. 25. Issue S1.
12° Congresso Paulista de Infectologia
(January 2021)
Share
Share
Download PDF
More article options
Vol. 25. Issue S1.
12° Congresso Paulista de Infectologia
(January 2021)
EP-072
Open Access
EVOLUÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DA INFECÇÃO PELO SARS-COV-2 EM ITABAIANA-SERGIPE
Visits
...
Tawany Tavares Santos Vasconcelos, Loranny Santana Silva, Mariana Cunha de Sousa, João Eduardo Andrade Tavares de Aguiar, Marcos Antônio Lima Carvalho, Bárbara Rhayane Santos, Marcella Andrade Tavares de Aguiar, Vinícius Pitanga Teles, Andrezza Larissa Fernandes Souza, Anna Klara Bohland
Universidade Federal de Sergipe (UFS), Itabaiana, SE, Brasil
Article information
Full Text

Introdução: Em dezembro de 2019, foi identificada a ocorrência de um surto de pneumonia causada pelo novo coronavírus na China. Em poucos meses, a COVID-19 tornou-se uma pandemia, com milhões de casos e milhares de mortos ao redor do mundo, inclusive no Brasil, concretizando-se como um grave problema de saúde pública.

Objetivo: Descrever a evolução epidemiológica da infecção pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) em Itabaiana, entre o período de abril e setembro de 2020.

Metodologia: Trata-se de um estudo retrospectivo e descritivo. Os dados foram coletados por meio da Secretaria Municipal de Saúde de Itabaiana e Secretaria Estadual de Saúde de Sergipe, sendo analisados através do programa Excel. Para o estudo epidemiológico em questão, foram inseridos pacientes que residem em Itabaiana com diagnóstico confirmado laboratorialmente para SARS-CoV-2 por RT-PCR, sorologia ou teste rápido durante o período de 07 de abril a 15 de setembro de 2020. Após a coleta e estudo dos dados, percentuais e coeficientes de correlação (p) foram calculados.

Resultados: Durante o período, 4510 casos foram confirmados para infecção SARS-CoV-2 em Itabaiana. Houve um aumento estatisticamente significativo do número de casos ao longo do tempo (p=0,86). Em relação à incidência, não houve diferença estatisticamente significativa (p=0,39). Do total de pacientes, 4373 (96,96%) cursaram com recuperação. Neste período 89 foram a óbito, estimando-se uma letalidade de 2,0%, com um aumento estatisticamente significativo (p=0,85). Ao final do processo de todo estudo e coleta, havia um internamento de 15 pacientes (0,33%) e 53 (1,17%) em estado de isolamento domiciliar.

Discussão/Conclusão: O SARS-CoV-2 alastrou-se de forma exorbitante, tornando-se uma pandemia e exigindo que todos os profissionais da área de saúde se unissem em prol de novas descobertas e resoluções acerca do problema em questão. Um dos métodos utilizados para tal resolução é o estudo epidemiológico, posto que a Epidemiologia constitui um instrumento para o desenvolvimento de políticas para a saúde. Por meio dessa análise, nota-se um número de incidência elevado e crescente ao decorrer do estudo, o que foi concomitante ao que ocorria em muitas cidades do país. Percebe-se também que o mês de julho foi o de maior aumento do número de casos e de óbitos, contudo têm diminuído desde agosto. Embora isso demonstre que Itabaiana esteja em fase de redução de caso, medidas preventivas não devem ser interrompidas ou desestimuladas.

The Brazilian Journal of Infectious Diseases

Subscribe to our newsletter

Article options
Tools